Como captar pacientes é um dos assuntos mais importantes na mesa dos gestores de consultórios e clínicas. Afinal, qualquer negócio precisa de clientes para existir.  Inclusive, na área de saúde.

Nos últimos anos, a relação consumidor-empresa mudou bastante com a ascensão da internet. Hoje, o foco é nas necessidades do ser humano. Portanto, é fundamental investir no relacionamento com o paciente para suprir suas demandas e criar conexões profundas.

Para atrair o seu público-alvo, é necessário criar estratégias bem segmentadas. Mais do que isso, manter e fidelizar a base já existente. Para isso, separamos 5 dicas práticas de como captar pacientes e, assim, aumentar a credibilidade e a receita do seu negócio.

 

1.      Faça o cadastro do consultório no Google Meu Negócio

 

Sabe quando você pesquisa alguma empresa no Google e aparecem todas as informações essenciais dela, como telefone e horário de funcionamento? Então, esse é o Google Meu Negócio.

Mas, mais do que uma ficha com as informações da sua clínica, o perfil no app permite a conexão com os clientes por meio do buscador do Google e também do Google Maps, tudo de forma gratuita.

O primeiro passo é fazer o cadastro do consultório com os dados básicos, como endereço, telefone, horário de funcionamento e site. Em seguida, você pode adicionar fotos do espaço.

Os pacientes também podem fazer avaliações e deixar mensagens no seu perfil. Quando isso ocorre, uma notificação instantânea é enviada no e-mail de cadastro. Então, fique atento para não demorar na resposta.

Outra funcionalidade interessante é poder conhecer os seguidores e saber a forma e a frequência com que interagem com o perfil. Por exemplo, dá para saber de onde são e quantos usaram o telefone cadastrado para agendar o atendimento.

O Google é o maior buscador da internet hoje. Muitas pessoas utilizam para procurar por médicos e, depois de encontrar algum que desperte o interesse, há ainda uma busca mais minuciosa para avaliar as recomendações on-line antes de agendar a consulta.

 

2.      Invista no marketing digital para médicos

 

Instagram para médicos

 

Atualmente, vivenciamos a era do pós-digital em que não há uma divisão clara entre o mundo off-line e on-line. Isso porque utilizamos a tecnologia todo o tempo para pesquisas, entretenimento, interação com as pessoas e compras virtuais, dentre muito mais.

Por isso, é essencial estar presente on-line para construir e manter a relevância e autoridade no mercado. E, assim, conquistar e fidelizar cada vez mais pacientes. Principalmente nas redes sociais, pois oferecem um grande potencial de interação e relacionamento com o público. E, quanto maior as interações com qualidade, mais cresce a visibilidade do profissional.

Para isso, é preciso investir na produção de conteúdo relevante para cada tipo de plataforma. De fato, não há a necessidade de estar em todas – e são muitas. Mas, há mídias sociais mais voltadas para médicos. Para te ajudar a planejar a estratégia de conteúdo nas principais, nós desenvolvemos uma série de artigos com dicas práticas para Facebook, Instagram, LinkedIn, WhatsApp e Telegram.

 

3.      Monte a jornada do paciente ideal

 

Você conhece a jornada do paciente? Basicamente, é o caminho percorrido pelo usuário até chegar ao seu consultório. E isso envolve diversas fases, como a descoberta de sintomas, a decisão de marcar uma consulta, a seleção de médicos, o atendimento e a avaliação de todo esse processo.

Sem dúvida, esse caminho pode ser fácil e rápido em alguns casos. Entretanto, na maioria das vezes, há um longo trajeto até sentir confiança e escolher o especialista. Isso porque há vários aspectos que influenciam na decisão final, como complexidade da doença, qualidade do profissional, avaliação de pacientes na internet ou de pessoas próximas, preocupação com a saúde, dentre outros.

Desse modo, é fundamental compreender e mapear a jornada para aumentar as oportunidades de como captar pacientes e fidelizar os já existentes para seu consultório.

Para melhorá-la, você pode:

  • Oferecer agendamento de consultas on-line;
  • Ter um consultório confortável;
  • Evitar atrasos;
  • Investir em tecnologias;
  • Definir um padrão de atendimento de qualidade;
  • Humanizar o atendimento;
  • Diminuir o tempo de espera entre os estágios dentro da jornada.

Saiba mais como criar a jornada do paciente ideal neste artigo.

 

4.      Resgate antigos clientes

 

Verifique quais pacientes realizaram só a primeira consulta e não voltaram mais. Ou veio para o retorno e, depois, nunca mais apareceu. Claro que pode ser porque ele não precisou mais do serviço ou não lembra o nome e endereço do consultório. Mas, há chance de o paciente não ter gostado do atendimento.

Neste caso, vale a pena entrar em contato, por telefone ou e-mail, para descobrir o real motivo e tentar resgatar o paciente.

 

5.      Mantenha um relacionamento com o paciente

 

Instagram para médicos

Young female doctor texting

 

Para ficar em contato com o paciente, vale a pena investir em um processo de pós-atendimento. Por exemplo, aplique pesquisas de satisfação com regularidade para identificar os gargalos no atendimento e implementar as melhorias.

Outra sugestão é, no dia seguinte à consulta, envie um SMS ao paciente dizendo que está feliz em atendê-lo e à disposição. Você pode também lembrá-lo do retorno, parabenizá-lo no aniversário e desejar boas festas.

De fato, o SMS é apenas uma das formas de abordagem. Você pode usar também o e-mail e o WhatsApp.

Aliás, o e-mail permite envio de conteúdos mais longos. Por exemplo, você pode falar sobre novidades na área de saúde que o interessem, dar dicas de prevenção e anunciar inovações do consultório, dentre outros.

Com isso, há a demonstração de atenção e cuidado contínuo com seus pacientes. Desse jeito, eles perceberão a preocupação com o bem-estar deles, o que pode refletir diretamente na evolução do tratamento.

Porém, alinhe com o paciente se deseja receber comunicações da clínica e os formatos que aceita.

E, claro, para agilizar todo esse processo, opte por sistemas de automatização de envio de mensagens. Além da rapidez, eles garantem também a segurança das informações.

 

Revisado por Paulo Schor, médico oftalmologista, professor livre docente e diretor de inovação da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e colaborador da Faculdade de Medicina do Hospital Albert Einstein.

 

Acompanhe o blog da Phelcom e fique por dentro das principais novidades sobre gestão do consultório!

 

Inscreva-se